AGORA VAI – AS OPOSIÇÕES SE UNIRAM

Ficamos de fazer uma análise dos candidatos da oposição nas eleições para rei no Agoravaiqistão, este interessante reino da ficção que tanto satisfaz nossa curiosidade, devido a seus costumes exóticos, principalmente na área da política. Na verdade, eles são um exemplo para nós. Às vezes, exemplo a ser seguido, às vezes, exemplo a não ser seguido. De qualquer maneira, são costumes bastante interessantes.

Pensando bem, não sabemos se são tão interessantes assim. demos um golpe no sindicato para tomar este blog, mas nós mesmos não sabemos porque, nem pra quê. Mas não tem importância mesmo! Quase ninguém acessa! Então não deve ser importante. É como se diz: Não dá IBOPE, então não vale muita coisa. Prossigamos, já que somos o GNSOV.

Voltando ao Agoravaiqistão. Aconteceu uma novidade nas eleições de lá. É que as oposições se uniram. É isso mesmo: AS OPOSIÇÕES SE UNIRAM!

É bem verdade que o candidato Franco Atirador, oposição legítima, não aderiu, mas os demais, Administrador e Periférico Perigoso, selaram um acordo para derrotar a situação. A Sucessora está ameaçada. Se não realizar mais alguma mágica, pode ser derrotada na eleição. E isto apavora os monarquistas. Terão que mudar suas estratégias de campanha; terão que voltar à velha tática das ameaças (muito comuns nestes períodos, lá no Agoravaiqistão) terão, talvez, até que subornar os tribunais eleitorais (outra prática muito comum, lá no Agoravaiqistão). Não se sabe o que vai acontecer, mas esperam-se tempos tenebrosos de bruxarias.

A oposição corre outro risco. É que no Agoravaiqistão tem-se o frequente costume de, ao invés de anular diretamente o voto, simplesmente riscando a cédula de votação de maneira a não se caracterizar um dos candidatos, escolhem alguma coisa ou algum ser, ou mesmo alguma pessoa (servo ou cidadão) algo que não tem real chance de ser eleito, para votarem. Anula-se assim o voto. Isto serve para aliviar as consciências, uma vez que o eleitor, não votando nem no candidato da situação nem no candidato da oposição, acredita que não está influindo no resultado e não está “se sujando”. É incrível, mas no Agoravaiqistão existe esta crença.

No Brasil, registram-se fatos deste tipo, mas periodicamente. Lembramos que, na década de setenta, do século passado, em uma eleição, no Rio de Janeiro, a população, sob a opressão do regime militar que censurava, prendia, torturava, expulsava e matava dissidentes (aliás, vale a pena ler mais sobre estes 21 anos de intervenção militar no Brasil neste momento, antes que se saia por aí falando merda e pedindo o retorno ao poder desse pessoal que pode ser bom para matar inimigo, mas não sabe lidar com patrícios em conflito). Bem, retornando à narrativa, lembramos que a população do Rio de Janeiro, àquela época, votou em massa em um macaco do zoológico que estava na mídia devido ao fato de estar muito triste com a perda da companheira, falecida naqueles dias.

Aqui no Brasil, há, então, esporadicamente, voto anulado de maneira criativa, mas voto em situação de maneira indireta, disfarçada, não. São costumes exóticos deste reino que nós, e parece que só nós, achamos interessante.

Então, para não perdermos o fio da narrativa: no Agoravaiqistão a oposição se uniu e, assim o povo têm como opções votar na Sucessora ou no Periférico Perigoso. Ou então anular o voto, de maneira como nós fazemos aqui no Brasil, ou votando em algo que lhes der na telha e que apazigue suas consciências.

Ainda não sabemos como fica o resultado disto, se as consciências ficam realmente em paz ou se fica, no fundo, algum sentimento permanente de culpa. Vamos pesquisar mais para termos esta resposta.

E, olha só, gastamos muito espaço, gastamos o tempo nosso e do leitor, e não fizemos a análise do candidato da oposição nas eleições para rei do Agoravaiqistão. mas prometemos que no próximo post abrimos o jogo.

Até a próxima!

P.S – Não se precipitem achando que estamos sem a coragem de fazer a análise do candidato da oposição. Somos corajosos e destemidos ao ponto de cometermos indelicadezas impensáveis. Podem aguardar. Quem viver, verá!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s